Plataformas

Outras Mídias

The Classics Games. Criado por Maxwel Gamer.. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

20 de nov de 2012
(Um clássico, mas, não deixa de ter seus defeitos)

Ps: Eu estou procurando autores de análises que querem participar do blog, os interessado entrem em contato comigo.


     (Os oitos Maverick Hunter's do jogo)

História: A série se passa no ano 21XX, Dr. Cain, um famoso paleontólogo participava de uma escavação em busca do fóssil de uma planta, quando achou por acidente o antigo laboratório de Thomas Light, e para sua surpresa encontrou um robô chamado Mega Man X em uma cápsula em meio os destroços do antigo laboratório de Light. Mega Man X (chamado de ‘‘X’’) possuía o poder de tomar suas próprias decisões, o que surpreendeu Cain. Ele (Dr. Cain) começa um estudo sobre X, e com o tempo, conseguiu fabricar seus próprios robôs, baseados no projeto de X, chamados de Reploids. Mas, de alguma forma muitos dos Reploids criados por Cain começaram a se rebelar atacando os humanos. Esses Reploids foram chamados de Mavericks. Com isto foi criado os Mavericks Hunters, um grupo formada por Reploids, que seria responsável pelo controle de eventos com Mavericks. Sigma, um reploid de grandes capacidades, foi escolhido para ser o líder dos Mavericks Hunters. Sigma liderou com firmeza e controle da situação, até quando,começou a se comportar de forma estranha. Não muito tempo depois, Sigma o líder dos Mavericks Hunters se tornou um Maverick, e além de força, Sigma possuía uma grande inteligência e influência sobre os reploids, o que lhe garantiu um grande exercito ao seu dispor.



      (Meu X completo, só falta o...)

Gráficos: Os gráficos do jogo são muito bonitos, com bastante detalhes, personagens bem feitos e com expressões faciais. Os cenários são belos, cheios de elementos únicos, detalhes e cores. Uma coisa extremamente bem bolada é que se você terminar uma fase, outra fase tem uma parte modificada, mudando completamente essa parte da fase (tanto artisticamente quando no level design). Os sprites, tanto dos inimigos comuns, quanto os dos bosses são extremamente bem feitos e detalhados, com sprites coloridos e marcantes. Os gráficos, no geral, são excelentes, mas, infelizmente, em algumas partes o slowdown comanda (como no sub-boss de Spark Mandrill), interferindo até na jogabilidade.


                        (...Hadouken)

Som: Mega Man X tem uma das melhores sonoplastias da geração, com efeitos sonoros de 1ª qualidadee uma trilha sonora cultuada por todos os jogadores que jogaram esse título. Os efeitos sonoros são maravilhosos, com um estilo sintético que combina perfeitamente com o clima futurístico do resto do jogo. A OST é maravilhosa, com músicas que marcaram uma geração, como Storm Eagle, Sting Chameleon, Spark Mandrill, etc, resultando em uma das OSTs mais bem feitas dos anos 90, estando no meu Top 10 de OSTs do SNES.


     (Tá com inveja do meu X 100% ???)

Jogabilidade: A jogabilidade é uma das melhores e mais inovadoras da série Mega Man, sendo uma evolução da jogabilidade dos títulos anteriores (Mega Man I-VI), adicionando novos elementos que o diferenciou dos seus antecessores, mas, mantendo a mesma base. A principal inovação que você nota são as cápsulas de Dr. Light, que fazem um upgrade em sua armadura, assim, ganhando um dash (Pernas), a opção de carregar as armas dos inimigos (Braços), destruir blocos com cabeçadas (Capacete), e de tomar metade do dano causado (Peitoral), além de uma cápsula secreta que libera o Hadouken (e eu tenho orgulho de falar que eu zerei Mega Man X com tudo 100%). Você pode trocar as armas dos inimigos usando o L e R para economizar tempo, mas, com eu estou acostumado a trocar pelo Start, não usei muito. Você pode encontrar nas fases itens para aumentar a quantidade de energia e uns tanques que você usa para recuperar energia. Pra mim, a principal coisa que me deixou de queixo caído é que, dependendo de qual Boss você derrota, ocorre mudanças durante a fase, exemplo: quando você derrota Storm Eagle, a 1ª parte da fase de Spark Mandrill (aquela parte onde raios elétricos passam pelo chão) é afetada, com a energia do lugar piscando, e destroços da nave onde você enfrenta Storm Eagle está no chão, e eu acho isso muito foda, principalmente para os 16 bits.




Nome do jogo: Mega Man X
Plataforma: SNES, PC, IOS, Android
Gênero: Plataforma
Desenvolvedora: Capcom
Distribuidora: Capcom
Ano do Lançamento: 1993(SNES), 1994(SNES), 1995(PC), 2011 (IOS e Android)

Notas:

Gráficos: 9,5
Sons: 10
Jogabilidade: 9,5
Diversão: 10
NOTA FINAL: 9,75

Conclusão: Um clássico, mas que infelizmente tem seus erros (alguns bem graves). A jogabilidade é excelente, fazendo uma excelente mescla do antigo com o novo, a OST chega a ser genial, os Bosses são marcantes e memoráveis, e o gráfico é excelente. Mesmo que você não seja fã da série Mega Man, dê uma chance para Mega Man X, pois você irá gostar.

Prós
Gráficos excelentes
Bosses memoráveis
OST memorável e clássica
Efeitos sonoros maravilhosos
Jogabilidade excelente
Misturando o novo com o antigo
Trama mais elaborada do que os jogos anteriores
Dependendo de que fase você faz, tem mudanças em outras fases
Upgrade da Armadura
Dash
As armas dos inimigos foram escolhidas a dedo
Hadouken

Contra
Slowdons (Mesmo que poucos, existem)
INIMIGOS QUE REAPARECEM NEM QUE A TELA SE MOVA UM POUQUINHO (INSISTEM NESSA MERDA DE ERRO ATÉ NAS SEQUENCIAS, PORRA)

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).

3 comentários:

winkan disse...

Me lembro eu tentando pega o Hadouken penei viu... E quando pequei não achei aquelas coisas, tem que da sorte de pegar no monstro mas quando pega só uma...
De vez em quando me da a louca sair zerando os mega man em sequencia.

Abraço.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

os Slowdows existem, mas não interferem na jogabilidade, na minha nunca fez diferença. e os inimigos darem respawn, é para ficar mais dificil. foi o segundo megaman que mais joguei(depois do X5) mas foi na versão SNES que aprendi a jogar todos as versões que se seguiram e até mesmo as antigas. a fase do Storm Eagle é a minha favorita e a sua arma de vento, como ela derrotei mais da metade dos chefes do game. e NUNCA peguei esse Hadouken, toda vez eu tentava, mas desistia. recomendo mesmo a quem não jogou, deixar o que estar fazendo e ir jogar.

Natalia Nee-Sama disse...

Acho que tem momentos que o respawn rapido dos inimigos é uma benção.

Fica facil, por exemplo, encher os 4 Sub-Tanks, que do contrario seria um saco de encher.

Parceiros