Plataformas

Outras Mídias

The Classics Games. Criado por Maxwel Gamer.. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

9 de set de 2012
        (Um CrossOver divertido e diferente)

Ps: Eu estou procurando autores de análises que querem participar do blog, os interessado entrem em contato comigo.


Obs: Eu recomendo que vocês ouçam os Noobzcast sobre a série Battletoads e sobre o Battletoads & Double Dragon. Também recomendo escutar o Jogoramacast sobre a série Double Dragon clicando aqui.

Obs²: Me desculpem por 1 semana sem post, eu iria postar essa análise Segunda-Feira (03/09/19), mas, quando eu estava jogando esse jogo ocorreu um bug que me fez perder todo o progresso. Então, culpem o bug pela demora desse post. Não reclamem, pois, tem site que fica quase 1 mês sem postar e ninguém reclama.



        (Fase Shoot em Up no estilo Asteroids)

História: Após ser derrotada pelos Toads no planeta Ragnarok, Dark Queen resolve atacar outro planeta: a Terra! Shadow Boss, o grande inimigo dos gêmeos Lee, vê nisso sua grande chance de dominar o mundo e se alia a Dark Queen, e por isso os sapos se unem aos irmãos Lee para combater essa ameaça.



(Sprites dos Toads são os mesmo do jogo Battletoads)

Gráficos: Os gráficos são um dos mais bonitos do NES, utilizando tirando leite de pedra do pobre hardware do NES. O jogo utiliza o mesmo estilo artístico do Battletoads, tanto no estilo "espacial" das fases, quanto nos traços dos personagens e inimigos, o que dá a impressão que o game era para ser o "Battletoads 2", mas, por alguma causa, colocaram os irmão Lee no jogo. Os inimigos são uma mistura das séries, indo desde robôs até mulheres com chicote (Mulher Gato da Halle Berry, alguém ???). Os bosses do Double Dragon ficaram muito bonitos com essa nova roupagem, principalmente o Abobo, que ficou muito mais intimidador. Vale ressaltar também a proeza deles conseguirem colocar tantas cores em um jogo de NES, sem que nenhuma cor se misturasse com outra, um feito incrível. Eu recomendo para o pessoal que quer jogar esse jogo de baixar o VirtuaNES e a rom do jogo (que eu vou colocar no final desse post), ir em Filter e colocar o lq2x, assim  jogo ficará mais bonito. Mesmo eu elogiando bastante a parte gráfica, eu tenho que ressaltar que os sprites dos Toads são os mesmos (em sua maioria talvez, eu não joguei muito com os sapões) dos utilizados em Battletoads.



(Foi nessa fase que o jogo bugou, e, como eu sou azarado, salvei na hora que aconteceu o bug)

Som: Assim como os outros jogos da Rare lançados para as gerações 8 e 16 bits, B&DD possuí um som riquíssimo, com músicas bastante criativas (e ótimas para se colocar em um podcast, fica aí a dica) e que combinam perfeitamente com a ambientação do jogo. Os efeitos sonoros são igualmente bons e bem feitos, o que resultou em uma ótima mistura. As músicas são muito bem compostas e utilizam bastante do pobre chip de som do NES, além de serem executadas durante toda a fase, mesmo quando os efeitos sonoros são executados.



        (Tela de seleção de personagem)

Jogabilidade: O jogo tem uma jogabilidade muito simples e intuitiva (ao contrário da jogabilidade dos Double Dragon de NES), além de muito divertida. Para quem já jogou algum jogo da série Battletoads (principalmente o do NES e o do Arcade) se sentirá em casa com a jogabilidade desse jogo, mas, já quem jogou bastante os jogos da série Double Dragon, terá que se acostumar com um jogabilidade mais simples e rápida. O jogo herdou a característica de mudança de jogabilidade presente em Battletoads, tendo fases que são um Beat em Up, Plataforma, e até um Shoot em Up que é bastante parecido com o clássico Asteroids, só que muito mais complexo e difícil.




Nome do jogo: Battletoads & Double Dragon: The Ultimate Team
Plataforma: NES, Game Boy, SNES, Mega Drive
Gênero: Plataforma, Shoot em Up
Desenvolvedora: Rare(ware)
Distribuidora: Tradewest
Ano do Lançamento: 1993, 1994

Notas:

Gráficos: 9
Sons: 10
Jogabilidade: 10
Diversão: 10
NOTA FINAL: 9,75

Conclusão: Eu gosto bastante desse jogo, principalmente por ele ser um Battletoads com personagens de Double Dragon. Os gráficos do jogo são fantásticos para o NES, as músicas são cativantes e a jogabilidade é rápida e precisa. Se você tiver curiosidade para jogar esse jogo, eu recomendo a versão de NES, pois se eu fosse analisar a versão de SNES, poderia dar um 4 por sua jogabilidade ruim.

Prós
Jogo muito bonito para o NES
Músicas cativantes
Boa quantia de personagens
Multiplayer
Jogabilidade rápida e precisa
Vários tipos de jogabilidade
Muitas cores simultâneas na tela
Boa quantidade de inimigos
Bosses bem desenhados

Contra
Sprites dos Toads são os mesmos do jogo Battletoads
A versão de SNES conta com um gráfico melhor, mas uma péssima jogabilidade

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).

Link do VirtuaNES para Windows (Link by Museum dos Games)
Link da Rom do B&DD:TUT

3 comentários:

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

esse game é um pouco menos dificil que o battletoads original, mas mesmo assim é duro termina-lo. e é uma luta injusta contra Billy e Jimmy que de double dragon só tem os dois mesmo. vou termina-lo qualquer dia desses

Unknown disse...

Joguei muito. Mas não era tão interessante como os Batlettoads. Mas perdi muitas horas antes de terminá-lo!

Davi Judeu disse...

Maldito! Esse jogo é maldito rs
Recentemente eu comprei um xbox 1 e peguei o emulador de nes e pensei, "vou zerar esse jogo já que não consegui na minha infância".
Meu Deus, que jogo apelão. Essa molecada de hj nunca terminaria esse jogo

Parceiros