Plataformas

Outras Mídias

The Classics Games. Criado por Maxwel Gamer.. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

1 de jul de 2012
Você acha Gaiares um jogo obscuro/desconhecido/pouco popular??
Sim
Não
(Um Shoot em Up caótico onde o seu objetivo principal é sobreviver)

Ps: Eu estou procurando autores de análises que querem participar do blog, os interessado entrem em contato comigo.

(Tome cuidado com todos os tiros e inimigos que aparecem na tela)

História: O ano é 3008, o planeta Terra se transformou numa terra sem vida, se transformando num depósito de lixo e materiais radiativos por causa dos humanos que não tem nenhum amor ao seu planeta. Mas agora, os poucos sobreviventes da raça humana tem uma última chance de salvar seu planeta… com a sua ajuda. A Confederação de Leezaluth, o império que agora governa a Galáxia, mandou um aviso para a Terra: "Para qualquer dos sobreviventes humanos – um grupo terrorista inter-galáctico conhecido como Gulfer está planejando invadir seu planeta e usar suas terras poluídas para construir armamentos. Vocês humanos devem deter Gulfer. Se vocês não puderem, seremos forçados a fazer uma super-nova do seu Sol e destruir a Terra, para poder detê-los. Mas se vocês podem evitar essa crise, nós iremos revitalizar seu planeta como era antigamente para que vocês possam continuar vivendo nele." Infelizmente, a Terra não possui há muito tempo recursos militares e de armamentos para combater os terroristas. Os humanos agora vivem em colônias espaciais e alguns ainda vivem na Terra. Mas ainda existe um jovem e bravo herói que deseja lutar pela sobrevivência da Terra. Seu nome é Dan Dare, um jovem piloto que está pronto a encarar os terroristas Gulfer – e possivelmente morrer – completamente sozinho. Alexis, a mensageira de Leezaluth, foi contagiada pelo espírito de luta de Dan e decidiu ficar com ele para ajudá-lo. Ela deliberadamente renegou sua própria cultura original para que pudesse ficar na Terra e lutar ao lado de Dan. Ela modificou a nave de Dan e agora é a navegadora do sistema TOZ, instalado no armamento da nave dele. O sistema TOZ é uma tecnologia super avançada e é a última esperança para que os humanos consigam deter os terroristas. É uma inteligência artificial capaz de "absorver" as características das armas dos inimigos, transferindo para a sua nave. Quando o TOZ está acoplado na nave inimiga, ele analisa e adapta as informações da nave e as transfere para você. Feito isso, sua nave será capaz de trocar de armas a qualquer momento, podendo deixa-las mais poderosas. Agora você pode atacar o inimigo com suas próprias armas.

  (Um Shoot em Up com Bosses gigantescos)

Gráficos: Os gráficos do jogo é fantástico, com bastantes detalhes, sprites bonitos e cenários criativos. É absurda a quantidade e qualidade dos tiros, naves, e detalhes no cenário que Gaiares possui sem um slowdown, uma coisa extraordinária, principalmente se considerar que foi nos primórdios do Mega Drive (1990). O jogo tem uma excelente quantidade de inimigos, cada tipo conta com tiros e estratégias específicas (um tipo só aparece pela parte de cima, outro só aparece pelo meio...). Os cenários sofrem bastantes mudanças enquanto você avança na missão.

(Você também deve tomar cuidado com alguns elementos dos cenários, como meteoros e montanhas)

Som: O som do jogo é fantástico, com músicas sensacionais e efeitos sonoros bem feitos. As músicas do jogo são excelentes, e que combinam perfeitamente com toda atmosfera sci-fi do jogo. Algumas músicas são bastantes marcantes, como a Track 00, Track 03 e Track 19, mas todas (TODAS) as músicas são sensacionais, marcantes e que não saem da sua mente, sendo uma das melhores OSTs dos 16 bits. Os efeitos sonoros são bastante bem feitos e variados. Cada tiro tem o seu próprio som, provando que a Telenet Japan não teve preguiça para fazer o som do jogo. OST completa do jogo.

(Eu não recomendo o jogo para o pessoal que tem epilepsia)

Jogabilidade: A jogabilidade do jogo é fantástica, sendo inovadora e divertida. O jogo conta com uma dificuldade absurda, sendo considerado um dos jogos mais difíceis do console (eu não zerei ele para fazer essa análise), junto com Ghouls n' Ghosts (clássico absoluto) e Hellfire, mas essa dificuldade é que deixa o jogo muito mais divertido de ser jogado. A maior novidade do jogo é o modo como você adquire os power-ups do jogo, sendo através de uma sonda (TOZ), onde você envia ela para absorver o tipo de arma do inimigo, mas enquanto o TOZ está procurando um inimigo, você fica indefeso sem poder atirar, o que te faz ter mais estratégia para usar o TOZ.



Nome do jogo: Gaiares
Plataforma: Mega Drive
Gênero: Shoot em Up
Desenvolvedora: Telenet Japan
Distribuidora: Telenet
Ano do Lançamento: 1990

Notas:

Gráficos: 10
Sons: 10
Jogabilidade: 10
Diversão: 10
NOTA FINAL: 10

Conclusão: Gaiares é um clássico dos 16 bits, sendo um dos melhores (ou o melhor) Shoot em Up que eu já joguei (junto com Gradius V). O jogo tem gráficos soberbos, uma OST sensacional e uma jogabilidade fantástica, além de uma dificuldade elevada. Recomendado para todos que curtem um bom desafio.

Prós
Gráficos fantásticos
OST sensacional
Jogabilidade fantástica
Som fantástico
Cenários diferenciados
Muitos inimigos
Inovador
Sem queda de FPS
Dificuldade elevada

Contra
...

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).

5 comentários:

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

rapaz! pense num jogo bom danado e apelão. eu zerei ele ano passado. e cara, eu comecei de meio dia e só fui acabar com o game lá pelas 8 da noite. mas o game é…INACREDITAVEL E FODÁSTICO!!! só a animação do inicio da aventura é de cair o queixo. quem diria que o MEGADRIVE era capaz daquilo. a telenet devia fazer inúmeros games com aqueles gráficos de animação, mas já li aqui o que houve com ela e a sua decadência...
voltando ao assunto, demorei muito para passar de cada nível, e é cada um mais impressionante do que o outro. o que eu mais gostei foi o nível que tinha que havia uns buracos negros que “puxavam” a nave, sem falar do penúltimo nível, onde se pega a cauda de um cometa..eu embasbaquei quando vi aquilo. nem em gradius vi algo parecido.
e os chefões são impressionantes.. a valquiria do 5 estágio era muito apelona..levei 3 horas para passar dessa fase e rezava de pé junto para conseguir vence-la. até que resolvi ir ”literalmente” para cima dela com escudo e tudo…num é que funcionou? matei rapidinho. e o ultimo chefão do game também foi um bom desafio, mas acho que a valquiria apelou mais.. e ele tinha umas duas TOZ gigantes ao seu lado, mas no final venci. e essa sensação de dever cumprido me brinda até agora. mó jogaço! recomendo a todo mundo a jogar Gaiares.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

e sou muito mais a capa japonesa do game:

http://www.gagagames.com.br/wp-content/uploads/2008/11/gaiares_box1.jpg

KIQ disse...

Nunca tinha ouvido falar lol, mas parece muito bacana mesmo, assim que puder vou jogar XD

Maxwel Gamer disse...

Valeu Leandro pelo seu comentário gigantesco, depois disso que você escreveu eu te dou um Troféu Joinha de Ouro por ter chegado na última fase de Gaiares. E KIQ corra atrás de Gaiares, pois ele vale cada segundo de sofrimento, raiva e diversão. Um jogaço que ficou muito obscuro (como Gex e Valis: The Fantasm Soldier).

Anônimo disse...

IRMÃO ZEREI ESTE GAME FANTÁSTICO,TENHO ELE JÁ FAZ 15 ANOS, E ESTOU JOGANDO ELE ATÉ HOJE, TENHO UM MEGA DRIVE 2, COM MAIS DE 40 JOGOS.
E O GAIARES E O MELHOR MARCOU MINHA INFÂNCIA ATÉ HOJE, POSSO JOGAR E ME DIVERTIR COM ELE.. ABRAÇO
QUALQUER COISA MEU IMAIL - gelatina81@hotmail.com

Parceiros