Plataformas

Outras Mídias

The Classics Games. Criado por Maxwel Gamer.. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

30 de jun de 2012
               (Limpando as ruas da raiva)

Ps: Eu estou procurando autores de análises que querem participar do blog, os interessado entrem em contato comigo.


     (Quando o carro de policia aparece...)

História: Esta cidade já foi um lugar feliz e tranquilo... Até que um dia, uma poderosa organização criminosa tomou conta da cidade. Um sindicato cruel logo teve o controle do governo e até mesmo da policia. A cidade tornou-se um centro de violência e de criminalidade, onde ninguém está seguro.Em meio a essa turbulência, um grupo de jovens determinados jurou limpar a cidade. Entre eles estão Adam Hunter, Axel Stone e Blaze Fielding. Eles estão dispostos a arriscar qualquer coisa ... até as suas vidas ... no ... Streets Of Rage.




         (..nós fazemos a festa !!!)

Gráficos: Os gráficos do jogo são excelentes, com sprites bonitos,  mesmo sendo bem granulados (até demais), inimigos bonitos e bosses legais. Os cenários são fantásticos, com muitas cores, neon, muitos detalhes e animações ao fundo. As animações dos golpes estão muito bem feitos e com efeitos de partículas muito legais. O cenário da praia é lindo demais, com aquele efeito de água fantásticos e com um fundo sensacional de um parque cheio de poste de luz, que deixa uma sensação de profundidade incrível.


(Final Boss; Legal, mas um pouco exagerado e copiado descaradamente de Final Fight)

Som: O som do jogo é fantástico, com uma OST marcante e ótimos efeitos sonoros. A OST é puramente feita pelo mito Yuzo Koshiro, que colocou músicas tecno criativas e que são boas de se ouvir até hoje (sim, eu tenho a OST inteira desse jogo no meu celular), sendo uma das melhores OSTs do console. As vozes do jogo são ótimas para o Mega Drive (principalmente se você pensar que ele é um jogo dos 2 primeiros anos do console), sendo bem nítidas e bem feitas para o começo do console e o mesmo serve para os efeitos sonoros, que são excelentes. 


         (Tela de seleção de personagens)

Jogabilidade: A jogabilidade do jogo é excelente, com uma golpes divertidos de se fazer e um clima de caos muito bom. O special do carro de policia (com aquela Bazooka assustadora) foi algo muito criativo para o jogo, pois foi algo que nenhum jogo de Beat em Up antes tinha pensado antes. A quantidade de armas brancas presentes no jogo é muito boa, contando com uma garrafa de vidro (que se quebra), uma granada que paralisa o oponente, uma katana (ou um taco de baseball, não sei qual é direito) e os clássicos canos e facas, que contem animações únicas comparado com os punhos do seu personagem. As Boss Fight's do jogo são épicas, sendo difíceis, criativas, empolgante e divertidas.



Nome do jogo:
 Streets of Rage/Bare Knuckle
Plataforma: Mega Drive
Gênero: Beat em Up
Desenvolvedora: SEGA AM7
Distribuidora: SEGA
Ano do Lançamento: 1991

Notas:

Gráficos: 9
Sons: 10
Jogabilidade: 9
Diversão: 10
NOTA FINAL: 9,5

Conclusão: Um clássico do console, que fez a série começar com o pé direito, Streets of Rage é um dos melhores Beat em Up do Mega Drive e dos 16 bits, contando com uma trilha sonora de alta qualidade e sendo muito divertido. Recomendado para todos os fãs do console e que curtem um bom Beat em Up.

Prós
Gráficos excelentes
Cenários fabulosos
OST sensacional e criativa
Jogabilidade excelente
Golpes divertidos
Diversão garantida

Contra
Sprites muito granulados
Inimigos repetitivos

Se você quiser de qualquer forma contribuir com o blog, ser um colaborador ou qualquer outra coisa sempre deixe um comentário. Comente sobre a análise e alguma história com a série/jogo (e dê muitos puxões de orelha se eu falei alguma besteira).

8 comentários:

KIQ disse...

Eu adorava esse jogo no meu Mega Drive, só de ver a tela do menu e da seleção dos personagens na análise já me deu uma baita nostalgia lol.

Sem dúvida é um clássico, bela análise Maxwel XD

Maxwel Gamer disse...

Valeu KIQ, foi muito divertido jogar Streets of Rage para fazer essa análise, pois é um jogo excelente em todos os aspectos (e fantástico no som) e é bastante recomendado para quem nunca jogou.

Leandro" Leon Belmont" Alves the devil summoner disse...

nesse game toco o Terror com o Adam e a Blaze, o outro carinha ninguém ia com ele nas locadoras por acharem que Axel é uma cópia do Cody.

Elias Sobrinho disse...

Esse jogo é um máximo, meu personagem preferido é a Blaze toda vez jogo com ela, minha fase preferida é a 7 no elevador e a 5 no navio. Perdia metade das vidas no navio, e para acabar com tudo ainda perdia mais na 8.

Maxwel Gamer disse...

Nossa, o meu preferido é o Cody, ops, o Axel. As melhores fases para mim foia a da praia e a 2ª, achei elas muito divertidas e criativas.

Anônimo disse...

Muito boa a analise meu personagem favorito e cody,outro beat em up muito bom e final fight,que merece uma analise

Gamer Caduco disse...

Curti o texto, só faltou lembrar que o Final Boss do Final Fight de certa forma é uma cópia do chefe final do Double Dragon. Copiar não deveria ser algo considerado negativo, afinal, todos se copiam nem que seja em um detalhe ou outro.
Sobre o resto, concordo com tudo que vc disse. E complemento que esse jogo foi apenas o rascunho do que viria a ser o melhor beat'em up já lançado para os consoles, Streets of Rage 2.
Abraço

Sharon. Duarte disse...

ninguem conheçe algum site onde de pra joga?se alguem souber manda aeeee... vlw

Parceiros